Confira as dicas da Nutricionista Caroline Matos em entrevista ao Jornal Hoje: Salada pode substituir refeição se tiver equilíbrio entre os ingredientes
Saiba combinar proteínas, fibras e ferro em uma mesma salada. A salada é um prato leve, saboroso e refrescante. No verão, os nutricionistas indicam o aumento do consumo das folhas coloridas. "Elas são super importantes para prevenir o envelhecimento precoce e agora no verão, reduzir os efeitos negativos do sol", indica Caroline Matos, nutricionista. "As folhas mais claras vão ter os mesmos nutrientes que as folhas mais escuras, mas em menor quantidade. Elas são super importantes porque tem bastante fibra na composição que gera saciedade ao organismo", explica. A nutricionista aconselha: evite usar queijo. O cálcio do produto anula os efeitos do ferro encontrado em grandes quantidades nas folhas. "É bom associar um suco de limão, um vinagre, alguma fruta ácida que absorva melhor esse ferro", alerta. Para a salada substituir uma refeição, o ideal é usar pelo menos um alimento dos quatro grupos: No grupo A estão: cebola, pepino, folhas - como alface e abobrinha. São ricos em vitaminas A, B e com poucas calorias.Já as do grupo B têm mais açúcar, como abóbora, moranga, beterraba, cenoura e vagem . Use no máximo uma colher grande de servir. O grupo C, da batata, mandioca, milho e macarrão é o dos carboidratos. "Este é o grupo que substitui o arroz, a porção também é mais ou menos uma colher de servir, que tem por volta de 80 calorias", explica. É importante também que a salada tenha proteínas, encontrada em ovos, atum, sardinha e frango. "O que a gente não pode colocar são os frios, os embutidos: o peito de peru, blanquet de peru, presunto têm muita gordura na composição e tem muito sal". Finalize polvilhando gorduras boas das frutas oleaginosas como castanhas, linhaça e gergelim.
ver todas novidades
Destaques
Nossos Parceiros:
Adm Developer
RUA RIO DE JANEIRO, 2244 LOURDES BELO HORIZONTE /MG +55(31) 3223 8809/ 99645325 CEP: 30160 042 - BRASIL